Mostrando postagens com marcador documentos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador documentos. Mostrar todas as postagens

5 de mar de 2013

Empréstimo Domiciliar

-->



Empréstimo Domiciliar

O setor de Empréstimo Domiciliar integra a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e é composto por mais de 70.000 livros, divididos entre as diversas áreas do conhecimento. Com ênfase na literatura brasileira e estrangeira, inclui autores representativos, com destaque para os grandes clássicos.
Os interessados podem fazer empréstimo de até dois (2) livros por vez. O prazo para a devolução é de 14 dias, podendo ser renovado por mais 14 dias, pessoalmente ou pela internet.
Para utilizar este serviço é necessário fazer a carteira de leitor da biblioteca. Para isto, basta apresentar a seguinte documentação:
- carteira de identidade;
- carteira de identidade do responsável, se o leitor for menor de 16 anos;
- comprovante de residência em seu nome ou sobrenome, atualizado  com o mínimo de 60 dias emitido pelos correios ou 2ª via retirada na internet;
- contribuição de R$ 3,00.

O catálogo com o acervo está disponível na base de dados bibliográficos da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e pode ser consultado via internet, através do link Pesquisa de Acervo
 
 
 
Horário de inscrição:
Segunda a sexta-feira, de 8h às 19h30, sábado, de 8 às 11h30.
Horário de Funcionamento:
Segunda a sexta-feira, de 8 às 20h, e sábado, de 8 às 12h.
Telefone: (31) 3269-1230/1231
E-mail: emprestimo.sub@cultura.mg.gov.br
Endereço: Prédio Anexo Professor Francisco Iglésias – Rua da Bahia, 1889 – 1º andar.

22 de fev de 2013

Bolsa-Atleta Estão abertas as inscrições para a segunda etapa do programa

--> Processo vai contemplar esportistas das modalidades que não compõem os programas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 

  • O Bolsa-Atleta concede bolsas a atletas de esportes dos programas olímpico e paralímpico
Já está aberta a segunda etapa de inscrições para o programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte. Agora, é a vez dos esportistas das modalidades que não compõem os programas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos garantirem o benefício. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de março na página do programa.
Esta é a segunda etapa do processo de inscrição do programa referente ao exercício 2012. Após o cadastro, os atletas terão 30 dias para enviar a documentação exigida ao ministério. A lista de documentos necessários está disponível no site do órgão e no artigo 5º da Portaria 164/2011.

A primeira etapa de seleção de 2013 do Bolsa-Atleta contemplou mais de 4,9 mil atletas de 55 modalidades que compõem os programas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O programa é uma das iniciativas do Ministério do Esporte que contribui para a formação de atletas de alto rendimento que representem o País em competições de nível internacional.
Para conceder a bolsa, o ministério exige a participação das entidades nacionais de administração do desporto - as confederações - na indicação dos eventos esportivos que confirmem o desempenho dos atletas, assim como no controle de dopagem.


O Bolsa-Atleta auxilia financeiramente esportistas de todo País e é um dos grandes incentivadores da nova geração do esporte nacional. O programa custeia o treinamento e a aquisição de equipamentos, principalmente nas modalidades que não têm visibilidade, com poucos patrocínios privados.
Desde a sua criação, em 2005, mais de 18 mil bolsas já foram concedidas nas categorias de base, estudantil, nacional, internacional, olímpico e paraolímpico. Para ser contemplado, é preciso preencher uma série de pré-requisitos determinados na legislação do programa, que depende da categoria disputada.
A concessão do benefício para os atletas que participam de modalidades que não fazem parte do programa olímpico ou paraolímpico é limitada a 15% dos recursos orçamentários disponíveis para a Bolsa Atleta.



inscrições para a Mostra de Cinema do Desenvolvimento,

-->

As obras devem ser inscritas até o dia 4 de março

Divulgação/Ancine Ampliar
  • Não há restrição quanto a ano, formato, gênero e duração do filme inscrito
Estão abertas as inscrições para a Mostra de Cinema do Desenvolvimento, que será realizada entre 19 e 21 de março deste ano, durante a 3ª Conferência de Desenvolvimento (Code). O prazo para que diretores inscrevam seus filmes vai até o dia 4 de março.
O caráter da mostra é estritamente exibidor, ou seja, não haverá premiação, e não há restrição quanto a ano, formato, gênero e duração do filme inscrito. O único requisito é que as produções abordem a temática do desenvolvimento do País nas áreas social, econômica, ambiental, e cultural.

Seleção
Uma curadoria composta por pesquisadores do Ipea de diferentes áreas ficará a cargo da seleção dos filmes, que serão todos exibidos em formato digital. Serão levadas em conta, na seleção, a criatividade e a relevância, para o desenvolvimento do País, do tema abordado no filme.

Inscrição
Para inscrever o filme é necessário, antes, preencher a ficha de inscrição e encaminhá-la para o e-mail mostracode@ipea.gov.br, com o link do filme, que será enviado posteriormente com a ficha impressa e assinada pelo diretor.

Code
Este ano, a Conferência será feita em parceria com o Ministério da Integração Nacional (MI), que realizará simultaneamente a Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional (CNDR).

O evento, que vai acontecer no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, reunirá o público que terá a oportunidade de discutir os principais temas relacionados ao desenvolvimento do Brasil em atividades que incluem painéis, mesas e minicursos.
Todas as atividades do evento serão gratuitas, e as inscrições poderão ser feitas a partir do dia 18 de fevereiro, no site.
O objetivo da Code/Ipea é incentivar as discussões sobre desenvolvimento, com base na produção aplicada do Ipea. A intenção é fazer todos os debates de forma aberta a estudantes, profissionais, agentes públicos, estudiosos, pesquisadores, especialistas, professores, legisladores, entre outros.
Além disso, parte da Conferência permitirá também que a sociedade em geral conheça indicadores, pesquisas e modelos de desenvolvimento, por meio de instalações e projeções.
Acesse o regulamento da Mostra de Cinema do Desenvolvimento.
Baixe a ficha de inscrição da Mostra de Cinema.

está com inscrições abertas em projetos cinematográficos até 5 de abril.

-->
O Bolivia Lab fomenta há quatro anos a formação cinematográfica ibero-americana por meio da implementação de espaços voltados a projetos em desenvolvimento
O Bolivia Lab está com inscrições abertas em projetos cinematográficos até 5 de abril. O laboratório acontecerá em junho, entre os dias 11 e 18, nas cidades bolivianas de La Paz e Cochabamba, e oferecerá diversas atividades, como cursos e workshops de formação e especialização.
  • Evento acontece em junho e promove, além do laboratório de projetos, oficinas de roteiro e de produção executiva
O Laboratório de Desenvolvimento de projetos cinematográficos ibero-americanos promoverá conferências e debates com profissionais da indústria, uma oficina de roteiro e encontros com representantes da mídia boliviana e internacional, e é direcionado a profissionais da América Latina e Espanha interessados em encontrar potenciais coprodutores.
Para concorrer à seleção, os interessados devem preencher o formulário disponível no site do Bolivia Lab, anexar a documentação solicitada no regulamento e enviar à organização do Bolivia Lab. O melhor projeto, segundo os avaliadores, receberá o incentivo Filmosonido, que consiste em 15 mil dólares em serviços de pós produção de som ou imagem. Outros incentivos também estão previstos.
Oficinas
O Bolivia Lab também promoverá a III Oficina Internacional de Roteiro, que acontecerá na cidade de Cochabamba, entre os dias 5 e 9 de junho, aberta a roteiristas ibero-americanos que já tenham um roteiro em desenvolvimento, já com diretor ou produtor definidos. Serão selecionados 15 roteiros. Destes, três podem obter a bolsa integral, e 12 podem participar da oficina na modalidade paga, cujo valor será de 3.200 bolivianos (cerca de R$ 950), e dá direito ao inscrito de assistir a todas as atividades do Bolivia Lab. A data limite para as inscrições de roteiros é 29 de março.

Também fazem parte do Bolivia Lab a Oficina Intensiva de Produção Executiva e o Prêmio Finaliza 2013, que selecionará três filmes em fase de finalização e fornecerá hospedagem aos selecionados entre os dias 15 e 18 de junho, para participação no Bolivia Lab. As inscrições para o Prêmio Finaliza são gratuitas e vão até o dia 2 de abril. Já a Oficina Intensiva de Produção Executiva, novidade do evento, é aberta a 12 produtores ibero-americanos, que estejam produzindo seu primeiro ou segundo filme.
Oito vagas são destinadas a bolsistas de edições anteriores do Bolivia Lab, e quatro são abertas a novos produtores que desejem participar da oficina. O valor desta oficina será de 1500 Bolivianos (cerca de 450 reais) para ex-bolsistas do Laboratório, e 2.200 bolivianos (aproximadamente 650 reais) para novos participantes.

Fonte:
Ancine

como tira Certificado de Alistamento Militar

-->
Certificado de Alistamento Militar

O que é ?

O Certificado de Alistamento Militar (CAM) comprova que o brasileiro do sexo masculino se alistou no serviço militar ao completar 18 anos. O procedimento é obrigatório no país. No verso do CAM é informada a data de apresentação para seleção geral, que ocorre entre os meses de julho e outubro, bem como o local onde são realizados testes médicos, físicos, entre outros.
Os jovens considerados aptos retornam no início do ano seguinte, normalmente entre 2 e 15 de janeiro, para saber se foram dispensados do serviço militar ou encaminhados para a seleção complementar no Exército, na Marinha ou Aeronáutica. Os jovens não aprovados na seleção geral se apresentam às Juntas de Serviço Militar para receberem o certificado de dispensa correspondente.
  • Certificado de Alistamento Militar (CAM) comprova que o brasileiro se alistou no serviço militar
Para obter o Certificado de Alistamento Militar o jovem cidadão deve procurar uma Junta de Serviço Militar (JSM). O mesmo procedimento vale para estrangeiros que se naturalizaram brasileiros ou que optaram por essa nacionalidade. Brasileiros que vivem no exterior também são obrigados a se alistar. Para isso, devem procurar a embaixada ou a representação consular mais próxima.

Quando deve ser feito?

O prazo para alistamento militar vai do dia 1º de janeiro a 30 de abril do ano em que o cidadão completa 18 anos (prazo normal). De 1º de maio a 30 de junho do mesmo ano, o alistamento ainda é considerado dentro do prazo. No entanto, o cidadão será encaminhado para a seleção no ano seguinte, sem a necessidade de pagamento de multa.
Os prazos também são válidos para brasileiros que residem no exterior. No caso de estrangeiros que se naturalizaram brasileiros, ou que optaram por essa nacionalidade, o procedimento deve ser feito no prazo de 30 dias a partir do recebimento do Certificado de Naturalização ou do Certificado de Assinatura do Termo de Opção. Os portadores de necessidades especiais não precisam prestar serviço militar, mas também são obrigados a realizar o alistamento.

Quem pode tirar?

Somente o cidadão pode retirar o Certificado de Alistamento Militar. No caso de absoluta incapacidade física, um tutor ou curador poderá fazê-lo, bem como solicitar sua isenção do serviço militar.

Quanto custa?

O processo para retirar o Certificado de Alistamento Militar é gratuito. No entanto, quem se alistar após o dia 30 de junho do ano em que completar 18 anos terá de pagar multa. Caso o cidadão perca o prazo de alistamento, deve procurar a Junta de Serviço Militar para regularizar sua situação. O mesmo procedimento é válido para quem não se apresentar para a seleção no serviço militar, etapa realizada depois da emissão do Certificado de Alistamento Militar.

Como deve ser feito?

Para a realização do alistamento militar, o jovem deve apresentar os seguintes documentos:
1. Certidão de Nascimento ou documento de identificação (Certidão de Casamento, Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação);
2. Certificado de Naturalização ou Termo de Opção (no caso de brasileiros naturalizados ou por opção); e
3. Uma foto 3x4 (sem data e recente).
Brasileiros que vivem no exterior devem procurar a embaixada ou a representação consular mais próxima com os seguintes documentos:
1. Certidão de Nascimento ou documento de identificação (Certidão de Casamento, Carteira de Identidade);
2. Carteira de Identidade (RG); e
3. Uma foto 3x4 (sem data e recente)
Na etapa de seleção geral, realizada depois da emissão do Certificado de Alistamento Militar, o jovem deve estar munido dos seguintes documentos:
1. Certificado de Alistamento Militar;
2. Carteira de Identidade;
3. Certidão de Nascimento dos filhos, se tiver;
4. Certidão de Casamento original, se o interessado for casado; e
5. Opcionalmente, declaração escolar (certificado de conclusão ou atestado de frequência)
Na seleção geral, o jovem poderá explicitar, durante a entrevista, à qual Força Armada deseja servir (Marinha, Exército ou Força Aérea). No entanto, a decisão vai levar em consideração os resultados obtidos no testes realizados.
Fontes:
Ministério da Defesa

5 de dez de 2012

recuperação de usuários de crack e outras drogas.

-->
Aqui você encontra materiais de apoio construídos com base em conhecimentos científicos atualizados, que podem subsidiar iniciativas voltadas à prevenção e a recuperação de usuários de crack e outras drogas. 

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

Arquivos para baixar

capa glossario.JPG







PDF
-
Glossário de álcool e drogas

25 de nov de 2012

Bullying

-->
Bullying é a arma de pessoas medíocres
Bullying é a arma de pessoas ridículas
Bullying é a arma de pessoas fracas e canalhas
Bullying é a arma de pessoas idiotas
Bullying é a arma de pessoas covardes
Bullying é a arma de pessoas fúteis
Bullying é sinônimo de arrogância,petulância,babaquic­e,sordidez.
Bullying é igual à covardia,canalhice,idiotice,es­tupidez.
Bullying é tudo de ruim,tudo que não presta,só que escrito em inglês

7 de ago de 2012

Pronatec Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos técnicos e profissionais de nível médio e cursos de formação inicial e continuada para trabalhadores. A medida intensifica o programa de expansão de escolas técnicas em todo o País.
Até 2014, o Governo Federal prevê a construção de 208 novas unidades da rede em duas fases. Na primeira fase, em execução, serão construídas 88 unidades que devem ser inauguradas até 2012. Para 2013 e 2014, deverão ser construídas outras 120 unidades.
Senai/CNI Pronatec intensifica expansão de escolas técnicas em todo o Brasil Ampliar
  • Pronatec intensifica expansão de escolas técnicas em todo o Brasil
Ao todo, será formada uma rede com cerca de 600 escolas técnicas profissionalizantes, administradas pelos 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Isso equivale a um atendimento direto a 600 mil estudantes em todo o País.
O Pronatec também amplia as vagas das redes estaduais de educação profissional. Esta ação será abarcada pelo programa Brasil Profissionalizado, parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que teve a adesão das 27 unidades da federação. Os recursos serão repassados para construção, reforma, ampliação de infraestrutura escolar e de recursos pedagógicos, além da formação de professores.
Os recursos do programa virão do orçamento do Ministério da Educação, do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Sistema S (Sesi, Senai, Sesc e Senac) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
O mesmo Projeto de Lei, cujo substitutivo foi aprovado pela Câmara dos Deputados e encaminhado ao Senado, que cria o Pronatec amplia o alcance do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), que passa a chamar-se Fundo de Financiamento Estudantil, com a mesma sigla.
Assim, o fundo poderá prover mais duas linhas de crédito, sendo uma para estudantes egressos do ensino médio e outra para empresas que desejam formar seus funcionários em escolas privadas habilitadas pelo MEC ou no Sistema S. O funcionamento é similar ao do Fies do ensino superior, porém com 18 meses de carência e seis vezes o tempo do curso, mais 12 meses para pagamento.
As escolas do Sistema S e das redes públicas também ofertarão cursos de formação inicial e continuada para capacitar os favorecidos do seguro desemprego que sejam reincidentes nesse benefício. Esta ação se aplica também ao público beneficiado pelos programas de inclusão produtiva, como o Bolsa Família.

10 de jul de 2012

Pergunte ao professor

Pergunte ao professor

Pintou aquela dúvida em algum exercício? Envie sua questão para nós. As perguntas serão respondidas pelos professores do Anglo Vestibulares e publicadas aqui no site.
Faça sua pergunta

15 de jun de 2012

uerj vestibular

Instruções para a prova

O candidato deverá apresentar-se no local da prova, no dia indicado no calendário (Anexo 1), às 8 (oito) horas, munido de Cartão de Confirmação de Inscrição, de qualquer um dos documentos de identificação original indicados no item 3.2.1 e de caneta esferográfica preta ou azul.

A prova terá início às 9 (nove) horas e duração de 4 (quatro) horas.

Não será permitida a entrada de candidato após o horário estabelecido para o início da prova; neste caso, o candidato será considerado eliminado do Exame de Qualificação que estiver sendo realizado.

Para saber mais, clique aqui

12 de jun de 2012

PUC Minas

MISSÃOA missão explicita a razão da existência da nossa Instituição
Promover o desenvolvimento humano e social, contribuindo para a formação humanista e científica de profissionais competentes, que tenha como base valores da ética e da solidariedade e compromisso com o bem comum, mediante a produção e disseminação das ciências, das artes e da cultura, a interdisciplinaridade e a integração entre a Universidade e a sociedade.

PRINCÍPIOS
A Universidade orienta suas ações, em consonância com o artigo 4º do seu Estatuto, pelos seguintes princípios:

• Fidelidade à doutrina cristã e respeito aos princípios da Igreja Católica, em seu compromisso missionário para com a educação superior.
• Promoção do bem comum e da dignidade da pessoa humana.
• Promoção da formação solidária, interdisciplinar e humanística, orientada por uma perspectiva ética, cristã e católica, respeitadas a autonomia universitária e a liberdade acadêmica.
• Compromisso com a inclusão e a justiça social.
• Integração e pluralismo na articulação e nas concepções de ensino, pesquisa e extensão, respeitados os projetos pedagógicos e as diretrizes fixadas pelos órgãos de deliberação superior.
• Valorização do mérito acadêmico.

VALORES
Em consonância com o PPI (Projeto Pedagógico Institucional) da Universidade, os seguintes valores devem ser considerados:
• Igualdade – de valor dos seres humanos e garantia de igualdade de direitos entre eles.
• Liberdade – de criação, de expressão do pensamento e de produção de conhecimento.
• Autonomia – capacidade de formular leis em liberdade e se reger por elas.
• Pluralidade – expressão de igualdade e diferença entre pessoas, iguais porque humanas e diferentes porque singulares.
• Solidariedade – adesão à causa do outro, fundada no respeito mútuo e na interlocução entre sujeitos da sociedade.
• Justiça – orientada pela igualdade de direitos e pelo respeito às diferenças.

VISÃO
A visão da
MISSÃOA missão explicita a razão da existência da nossa Instituição
Promover o desenvolvimento humano e social, contribuindo para a formação humanista e científica de profissionais competentes, que tenha como base valores da ética e da solidariedade e compromisso com o bem comum, mediante a produção e disseminação das ciências, das artes e da cultura, a interdisciplinaridade e a integração entre a Universidade e a sociedade.

PRINCÍPIOS
A Universidade orienta suas ações, em consonância com o artigo 4º do seu Estatuto, pelos seguintes princípios:

• Fidelidade à doutrina cristã e respeito aos princípios da Igreja Católica, em seu compromisso missionário para com a educação superior.
• Promoção do bem comum e da dignidade da pessoa humana.
• Promoção da formação solidária, interdisciplinar e humanística, orientada por uma perspectiva ética, cristã e católica, respeitadas a autonomia universitária e a liberdade acadêmica.
• Compromisso com a inclusão e a justiça social.
• Integração e pluralismo na articulação e nas concepções de ensino, pesquisa e extensão, respeitados os projetos pedagógicos e as diretrizes fixadas pelos órgãos de deliberação superior.
• Valorização do mérito acadêmico.

VALORES
Em consonância com o PPI (Projeto Pedagógico Institucional) da Universidade, os seguintes valores devem ser considerados:
• Igualdade – de valor dos seres humanos e garantia de igualdade de direitos entre eles.
• Liberdade – de criação, de expressão do pensamento e de produção de conhecimento.
• Autonomia – capacidade de formular leis em liberdade e se reger por elas.
• Pluralidade – expressão de igualdade e diferença entre pessoas, iguais porque humanas e diferentes porque singulares.
• Solidariedade – adesão à causa do outro, fundada no respeito mútuo e na interlocução entre sujeitos da sociedade.
• Justiça – orientada pela igualdade de direitos e pelo respeito às diferenças.

VISÃO
A visão da PUC Minas para o horizonte 2012-2016 explicita o seu desafio estratégico e sinaliza a direção a ser perseguida por todos:

Ser uma instituição católica de educação cada vez mais reconhecida pela capacidade de gerar conhecimento e inovações, bem como promover a inclusão social e consolidar alianças nacionais e internacionais, atuando nas diversas áreas de conhecimento com eficiência, com agilidade e com adequada dimensão em sua estrutura acadêmicoadministrativa, assegurando a sua contemporaneidade, qualidade e sustentabilidade. para o horizonte 2012-2016 explicita o seu desafio estratégico e sinaliza a direção a ser perseguida por todos:
Ser uma instituição católica de educação cada vez mais reconhecida pela capacidade de gerar conhecimento e inovações, bem como promover a inclusão social e consolidar alianças nacionais e internacionais, atuando nas diversas áreas de conhecimento com eficiência, com agilidade e com adequada dimensão em sua estrutura acadêmicoadministrativa, assegurando a sua contemporaneidade, qualidade e sustentabilidade.
 http://www.pucminas.br/portal/index_padrao.php?pagina=990

18 de jun de 2011

sample contract

tipo de contrato

ielts sample test

EXAMES IELTS

http://www.world-english.org/ielts_free_tests.htm
O Inglês Internacional Sistema linguagem Testing (IELTS) é um teste de proficiência em Inglês, desenvolvido pela Universidade de Cambridge Examinations Syndicate Local. IELTS é agora aceito como prova de nível um estudante prospectivo de Inglês pela maioria universidades em países que falam Inglês.
Existem dois diferentes testes IELTS que você pode fazer: Acadêmico e Geral. Se você está interessado em estudar em uma universidade em um país de língua Inglês, você terá de ter a versão acadêmica do IELTS. IELTS não é um teste que você pode passar ou não. A sua avaliação será relatados de acordo com uma escala de bandas 1-9. Você vai precisar entrar em contato a universidade que você deseja entrar para descobrir o IELTS que necessitam para entrada em seu curso escolhido. Uma banda indica que praticamente não Inglês em tudo. Band nove é considerado de proficiência falante nativo. Universidades em países como o Reino Unido, Nova Zelândia e Austrália tipicamente exigem uma pontuação faixa de entre 6 e 7.




TESTES DE AMOSTRAS GRÁTIS IELTS

O teste tem quatro componentes - Reading,       Escrever, Ouvir, Falar. Você receberá uma pontuação para cada banda       componentes, assim como uma pontuação de banda global.
Você pode baixar teste de amostra grátis       livretos com teclas de resposta aqui. Eles estão em formato PDF, e       exigem o programa Acrobat Reader no seu computador para imprimi-los. Você pode       baixá-lo gratuitamente aqui.

Leitura

Escrita

Escuta
Download de uma amostra seção       de uma palestra para uso com o teste de audição.

Falando

Você pode também estar interessado em visitar esta página       links para outros recursos livres IELTS: IELTS       LINKS

29 de mar de 2011

cce sample papers

User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:
  • Inglês
    • CCE exemplo Trabalhos para classe 9 Inglês Comunicativa (Curso de Inglês A) e Inglês e Literatura (Curso B) para avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

  • Hindi
    • CCE exemplo Trabalhos para classe 9 Hindi Curso A e Curso B Hindi para avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

  • Matemática
    • CCE exemplo Trabalhos para classe 9 Matemática para a avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

  • Ciência
    • CCE exemplo Trabalhos para aula de ciências 9 para avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

  • Ciências Sociais
    • CCE exemplo Trabalhos para classe 9 de Ciências Sociais para Avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

  • Outros temas e linguagens
    • CCE exemplo Documentos para a Classe 9 disciplinas e de outras línguas para a avaliação sumativa no primeiro e segundo mandato como prescrito pelo CBSE. Estes são exemplos de trabalhos para a questão da avaliação sumativa (exames finais prazo) para o recém-introduzido e contínuo programa abrangente de avaliação, com base IX classe.

Seguidores

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar este blog